Sao Paulo / SP - sexta-feira, 23 de junho de 2017

OVÁRIOS POLICISTICO

SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS VOCÊ SABIA QUE ALÉM DA ACNE, AUMENTO DE PELOS (HIRSUTISMO) TENSÃO PRÉ MENSTRUAL O OVÁRIO MICRO POLICÍSTICO E O OVÁRIO POLICÍSTICO PODE CHEGAR ATÉ 70% DOS CASOS DE INFERTILIDADE

 

 

 

 

 

SINÔNIMOS

Ovários policísticos, anovulação por retro controle impróprio, síndrome de Stein Leventhal.

É uma das causas mais comuns de irregularidade menstrual e de amenorréia secundária.

Essa síndrome foi descrita pela primeira vez em 1935, por Stein e Leventhal, com as clássicas características de ovários policísticos: obesidade, amenorréia, infertilidade e hirsutismo.

Estima-se que 5 a 10% das mulheres em idade reprodutiva apresentem esse distúrbio.

 

 

 

 

CAUSAS PROVÁVEIS INDEPENDENTE DA GENÉTICA

A síndrome dos ovários policísticos não tem uma etiologia conhecida, mas sabe-se que ocorre uma disfunção hipotalâmica GLÂNDULA NO CÉREBRO QUE CONTROLA DIVERSOS HORMÔNIOS (pituitária)e resistência a insulina que é um dos fatores responsáveis por sobrepeso,obesidade e obesidade visceral ou obesidade abdominal ou obesidade central. A hiperinsulinêmica (aumento na fabricação de insulina) estimularia a produção excessiva de anovulação crônica (falta de eliminação do ovulo no ovário) mantém o estímulo do endométrio pelo estrogênio (hormônio feminino) sem oposição, aumentando a incidência de hiperplasia endometrial e carcinoma (aumento do tecido de revestimento do útero) e (câncer) do endométrio nessas mulheres.

 


 

 Metades destas mulheres são hirsutas (aumento de pelos) e muitas apresentam sobrepeso, obesidade ou obesidade abdominal.

Elas podem apresentar perfil lipídico alterado colesterol total, mal colesterol LDL-colesterol, bom colesterol HDL-colesterol, predisposição ao DIABETES MELLITUS tipo II e a doença cardiovascular.

 

 

  

 

AUMENTO DE PESO!

Muitas mulheres que tem Ovário Policístico OU MESMO MICRO POLICÍSTICO, apresentam  aumento de peso. Há controvérsias se é o aumento de peso que causa a anovulação crônica e, portanto, os ovários policísticos ou ovário microcístico, ou se é a síndrome que causa o aumento com sobrepeso, obesidade, ou obesidade visceral ou obesidade abdominal. Em algumas mulheres bastas perder peso que a síndrome diminui de intensidade.

Pacientes com síndrome de ovário policístico ou ovário micro policístico, devem ser cuidadosamente avaliadas em relação à resistência à insulina e a síndrome metabólica (diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial, sobrepeso obesidade, obesidade abdominal, e doenças cardiovasculares, pois estas doenças estão relacionadas com maior chance de desenvolver alterações vasculares, diabetes, hipertensão arterial e risco cardiovascular  bem aumentados.

 


 

 ABORTOS

Pode haver uma correlação entre os altos níveis de LH (hormônios responsável pela estimulação da progesterona) com abortos em mulheres com esta síndrome.

Associado a anovulação (falta da eliminação do ovulo do ovário) crônica, as pacientes costumam apresentar hirsutísmo (aumento de pêlos), acne, obesidade, infertilidade.

Algumas pacientes apresentam hemorragia uterina (sangramento vaginal aumentado e irregular).

 


 

 Antes de diagnosticarmos síndrome dos ovários policísticos precisamos descartar outras doenças que podem manifestar-se com quadro clínico similar ao da síndrome dos ovários policísticos, tais como hiperprolactinemia (aumento da prolactina hormônio estimulador da fabricação do leite materno) e alterações da glândula supra-renal (fabricante de diversos hormônios que se localiza sobre os rins.

 


 

 QUADRO CLÍNICO

Pacientes com síndrome dos ovários policísticos ou ovários micro policísticos procuram atendimento por diferentes motivos. Podem estar preocupadas com a irregularidade menstrual, com o excesso de pêlos, com a obesidade, com a barriguinha, com dificuldade para engravidar ou devido à acne de difícil tratamento.

 

INVESTIGAÇÃO

A história clínica é muito importante para o diagnóstico. Todas as causas de anovulação (falta de ovulação) devem ser excluídas: ganho de peso excessivo, uso de drogas, secreção mamilar e outros quadros.

 

(No exame clínico, devem ser pesquisados sinais de hiperandrogenismo aumento de hormônios sexuais masculinos): distribuição de pêlos, acne, distribuição de gordura corporal, trofismo (alterações no tamanho e formato) dos genitais.

 

Nas pacientes obesas, ou sobrepeso ou obesas viscerais(barriguinha), deve ser lembrada a associação da síndrome dos ovários policísticos com a resistência à insulina (no futuro maior associação com diabete mélito tipo II).

 

COMO SE TRATA?

O tratamento é dirigido à causa da anovulação. (Quando for síndrome dos ovários policísticos (sem hipotireoidismo diminuição da função da tireoide), sem alteração de glândula supra-renal, sem hiperprolactinemia) o tratamento é multifatorial e depende do objetivo da paciente com o tratamento, mas o correto é procurar um médico endocrinologista.

 


 

 

Todas as pacientes obesas com ovários policísticos devem emagrecer.

O uso de indutores da ovulação, pílula anticoncepcional e outros tratamentos para acne e excesso de pelos serão utilizado conforme cada caso segundo a avaliação do Endocrinologista.

 


 

 O seu médico, analisando o seu caso, deve estar apto a lhe indicar o melhor tratamento.


CLINICAS CAIO

Rua Estela. 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/ 122

Nextel:(11)7717-1257

ID:111*101625

Fone: 55 (11) 5087-4404 - Fax 55 (11) 6197-0305

Paraiso - São Paulo - SP - CEP 04011-002

email - vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
email -
drcaio@vanderhaagenbrasil.com

email - drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com

 

Link site mais detalhes:

www.vanderhaagenbrazil.com.br

www.drcaiojr.site.med.br

www.obesidadeinfoco.com.br
www.crescimentoinfoco.com.br
www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br
www.tireoidismo.com.br